TUITADA – MOSAICO DE PERSONAGENS E INTERNET MARCAM O PRIMEIRO MÊS DE “SANGUE BOM”

Imagem

Nesta terça-feira, a Rede Globo exibiu mais um capítulo da novela “Sangue Bom” e obteve repercussão no Twitter. A personagem Giane (interpretada pela atriz Isabelle Drummond) repercutiu no microblog por conta de uma briga com direito a tapas e a puxões de cabelo com Amora (Sophie Charlotte). O personagem Bento (Marcos Pigossi), que as moças amam desde a infância, foi uma das principais razões pela briga das personagens. Confira como a novela que está há um mês no ar repercutiu no microblog e como ela vem repercutindo nos últimos dias. Destaque para a atriz Isabelle Drummond que havia sido assunto na internet com a novela “Cheias de Charme” e agora também vem encontrando boa repercussão com a personagem Giane: 

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

Uma das tarefas mais divertidas assim que uma telenovela começa é tentar descobrir qual personagem vai despontar como o queridinho do público no decorrer da narrativa.

Há um mês no ar, a novela “Sangue Bom” vem tornando a missão um pouquinho mais complicada: como apontar uma figura principal em um mosaico de seis protagonistas?

Este quebra-cabeça é composto pelo seguinte grupo: a esquentadinha Giane (interpretada por Isabelle Drummond), o fidalgo Maurício (Jayme Matarazzo), o ambicioso Fabinho (Humberto Carrão), a altruísta Malu (Fernanda Vasconcellos), o trabalhador Bento (Marco Pigossi) e a materialista Amora (Sophie Charlotte). Através desta turma de seis jovens personagens, os autores Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari se debruçam sobre uma conhecida questão da sociedade capitalista: o que é mais importante: o “ter” ou o “ser”? 

A questão de um protagonismo compartilhado se dissolve ainda sobre as coadjuvantes de luxo da trama, a divorciada Damáris (Marisa Orth), que justifica o fim do seu casamento por conta de uma sociedade com “valores deturpados” e sobre a oportunista Bárbara Ellen (Giulia Gam) que encheu o lar com filhos adotivos somente para posar de boa moça em capas de revistas.

Não se pode deixar de dizer que esta forma de escrever facilita um pouco as vidas dos autores da novela, sem protagonistas definidos fica mais fácil testar quais personagens encontram boa resposta do público e assim reorganizar o texto a fim de direcionar a história para o lado que convir à direção da novela.  

Existe uma recente mudança de ritmo nas narrativas das telenovelas recentes. O tempo de solução para os conflitos dos personagens vem sendo encurtado cada vez mais. Promessas de grandes e longos plots agora são resolvidas em poucos capítulos. Em “Amor À Vida” daqui duas semanas a personagem de Paloma (Paola Oliveira) já descobrirá que Paulinha (Klara Castanho) é sua filha perdida. A idéia de um ritmo mais rápido flerta também com uma jovem geração acostumada à narrativa ágil de seriados em que um grande conflito do personagem é solucionado com frequência no próprio episódio em que foi apresentado. Estas novas propostas de conflitos dramatúrgicos vem ganhando um contorno interessante em “Sangue Bom”, a produção da novela lançou na internet  há dez dias um vídeo chamado “Famosinho da Casa Verde”. Na trama o jovem ator Felipinho (Josafa Filho) sonha ser famoso, mas após protagonizar um vídeo “viralizado” na internet acaba conhecendo um lado desagradável e vexatório do mundo da fama. O vídeo “Famosinho da Casa Verde”, portanto se junta ao videoblog da venenosa jornalista “Sueli Pedrosa” (Tuna Dwek) e ao vídeo da “Solteirinha da Pompéia” (protagonizado pela “Mulher-Mangaba”, personagem de Ellen Roche) como algumas das investidas da Rede Globo para tentar abranger o nicho da internet nestes novos tempos de TV social. Porém nenhuma das manobras citadas anteriormente explodiu na rede como a mensagem multimidiática das “empreguetes” de “Cheias de Charme”, novela transmitida no ano passado. A manobra no caso foi um viral protagonizado por empregadas (interpretadas por Taís Araújo, Leandra Leal e Taís Araújo) que após o barulho de um vídeo na internet acabam sendo catapultadas à condição de estrelas da música. O curioso naquele caso foi que o “viral ficcional” rompeu as barreiras da ficção e acabou “viralizando” também entre os usuários do Facebook e do Twitter. Logo a seguir, com o fim “Cheias de Charme”, a Rede Globo abandonou o nicho da internet e tentou emplacar “Guerra dos Sexos”, que coincidentemente foi a mais baixa audiência da história das 19h e recebeu críticas severas por conta de um humor mais “antiquado”.

Sinto que a partir do momento em que tentativas de virais possam reorganizar a trama central da novela, “Sangue Bom” possa emplacar definitivamente (pelo menos nas redes sociais).

Até o momento esses vídeos de “Sangue Bom” citados anteriormente não tiveram nenhuma construção para a trama de nenhum dos seis protagonistas citados. Em “Cheias de Charme” o vídeo das empreguetes mudou a vida das protagonistas que enriqueceram fazendo shows. 

Se num primeiro momento a proposta de mosaico da novela dificulta enxergar quem são as figuras com os maiores conflitos da história, para a turma do Twitter duas personagens do núcleo principal parecem ter se sobressaído: Amora (Sophie Charlotte) e Giane (Isabelle Drummond).

Imagem

A materialista apresentadora de televisão Amora, reluta em negar o amor que sente por seu amigo de infância, o humilde e simples Bento (Marcos Pigossi). Já a masculinizada Giane é desprovida de maiores vaidades: não se preocupa com roupas, maquiagem, nem com sua aparência e, além disso, não vislumbra uma carreira na televisão. É a personagem que dá o tom de contestação à Amora e a todo o discurso de busca desmedida pela fama que a novela apresenta.

Talvez se a Rede Globo apresentar uma planejada ação transmídia focando numa mudança radical na história das protagonistas, Amora ou Giane, a emissora consiga fazer acender o “termômetro” do Twitter e obter um maior retorno em repercussão e audiência da novela. Apesar da estética bastante jovem, a novela das 19h não foi um dos programas mais comentados no Twitter no mês de maio. Segundo levantamento realizado pela plataforma TV Square, a novela “Sangue Bom” perde em audiência na segunda tela para o “Programa do Ratinho” (líder consolidado de repercussão no microblog há alguns meses), para a produção global “Encontro com Fátima Bernardes” e até para a novela “Dona Xepa” (que já estreou com uma maré baixa em audiência).

Estamos numa época em que apesar do peoplemeter ainda se manter como o protagonista de medição de audiência existe um passarinho azul começando a ofuscar um bocado esta estrela da medição de audiência mundial. A novela global “Sangue Bom” pode representar, portanto um tremendo laboratório de TV social para a segunda maior emissora de televisão do mundo. 

(Com a colaboração de @rafabitencourt)

Curta a página do BLOG “Meme é a Mensagem” no Facebook
Siga o “Meme é a Mensagem” no twitter: https://twitter.com/omemeeamensagem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s